"Eu vi o tempo brincando ao redor do caminho daquele menino"...

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Manias...

Manias, cada um tem as suas. Eu tenho poucas, a minha principal mania talvez seja amar demais. É incrível como eu amo as pessoas. Muitas delas talvez nem saibam, mas eu as amo tanto que crio histórias na minha cabeça como se estivéssemos juntos. Eu penso em situações, em palavras, em gestos que nós faríamos. Como não posso estar perto, então, sonhador que sou, invento os nossos encontros. Eu amo tanto, mas não sinto essa reciprocidade das pessoas. Ah eu queria, eu queria que elas me amassem do jeito que eu as amo. Dessa vez não vou com Mário Quintana que diz "não exijo que esse alguém me ame como eu o amo, quero apenas que me ame", eu queria sim que elas me amassem mais, talvez até mais do que as amo, não sou carente de amor, mas quanto mais melhor. Mas como já falei, têm pessoas que nem sabem que eu as amo. Os nossos encontros são todos irreais, são secretos, só quem sabe sou eu, nem a própria pessoa sabe que eu a encontro. Na maioria das vezes são belos momentos, pena que não são reais. Manias, ah manias! Por que tenho logo essa mania? O que me conforta é saber que tenho uma única pessoa que, essa sim, me ama muito, eu tenho a mais absoluta certeza. Pena que sou humano e como qualquer outro, estou sempre querendo mais do que aquilo que consigo. Não sei se estou magoando alguém com estas palavras, posso até estar me magoando, mas não sei o que faço com essa minha mania de amar. Uma vez já falei "O amor não é sofrer, o sofrer não é amor. Quem ama não sofre, quem sofre não ama", mas na maioria das vezes o amor é doloroso sim. Oh sentimento véi sem futuro, ao mesmo tempo em que ele é bom, nos faz sofrer. Mas me digam uma coisa, existe uma mania melhor do que esta de amar os outros?...

3 comentários:

Ana disse...

Qm é q tu ama??
Pessoas?!?!
Bom saber.. :(

Neliane disse...

Afff....
Biazinhaaa, dêxa d ciúme, filhota!!Hehehe...
Jandin, liiindu d+ u post.Ameeeeiii!!!!

Janderson... disse...

orra pam pam pam...
oi Biazinha...
vlw Nelly